Make your own free website on Tripod.com

Projecções e Sonhos

Livro - Não sei que mais dizer - Rui Costa

Home
Seminarios
Forum
APELOS
Espiritismo
Projecção Astral
Mediunidade
Oculto
Profecias
Wicca
Astrologia
Adivinhação
Ovniologia
Mensagens
Divindade do Homem
Um Só Deus
Sonhos
Significado dos Sonhos
Cromoterapia
Humanitarismo
Velas
Eventos e Outros
Amizade e Amigos
Espíritos Instrutores
Campanha:Homenagem aos Deficientes Físicos.
Biografias Diversas
Nomes - Sinificado e sua Origem
Livros Download
Livros Leitura
Os Cantinhos do Pessoal
Fotos - Imagens
Grupo MSN

Não sei que mais dizer...

(Pensares de mais um ser que ousa questionar)

(POEMAS)

«Caio, cairei e voltarei a cair mas aprenderei...»

«Simplesmente quero viver cada segundo que vivo eternamente»

«Amo-vos a todos, pois vocês sois eu...»

RUI COSTA HOCTOR

iurcostaforce@hotmail.com

Introdução:

Que é o poema, muitos perguntarão? O poema é o cerne da vida, o sentir da questão. A música que teima no coração e que se debate sem que se exprima eloquentemente a não ser numas efémeras palavras que nada dizem mas que tudo exprimem. Poema de forma singela nos marca interiormente. Poema é amor simples e esclarecido, sem súperflégios, sem materialismo expositivo.
Ao longo do dia muitas das vezes desperdiçamos muitas e muitas palavras que nada constroem e que muitas das vezes apenas destroem. Muito sinceramente espero que ao ler aquilo que tenho a dizer não te singras apenas no português, mesmo seria dizer, não faças aquilo que muitas das pessoas fazem quando são interpeladas com algo, uma forma de não ouvirem é concentrarem-se em aspectos irrelevantes. Doravante peço sinceramente que leia, e se interrogue se acerca de muitas verdades que por vezes nos cercam e teimamos em não querer ver.
Também gostaria que pensasse naquilo que tenho a dizer nas linhas a seguir, se por ventura aquilo que me questiono não vos interessa ou nunca sequer tais pensamentos vos passaram pela cabeça, peço para que deixe de ler, ninguém é obrigado a nada na vida. A vida não é para ser vivida contrariada...


A questão?

Os dias passam de antemão... Pensas que vives, mas cada dia que passa não passa de uma ilusão. Por vezes dás contigo a pensar o que vale a pena, será que estás bem? Será por ventura tens agido bem e que tua vida não passa de mais um dia onde vais criando aquilo que pensas e aquilo que vais indagando à tua própria vida. Pergunto? Medito? Se é que viver não é meditar. Quantas e quantas vezes fico estupefacto ao deparar-me com minha mente cheia de problemas que se aglomeram sem pedir licença. Mas afinal será que tenho razão para estar assim. Mil e umas opiniões me assaltam? Verdade! Onde paira ela? No coração, creio eu. Dizem que o mundo tem caminhado mal. Que a vida de hoje não tem sentido! Se se pensar bem, onde vamos nos buscar o sentido à vida ... Pseudo sábios, pseudo-cientístas, pseudo-religiosos todos pensam que tem razão, alimentando o seu Ego, e a vontade intrínseca que o ser humano tem de pensar que tem razão. Será que é má esta busca? Será que se chega a alguma conclusão do que é a vida? Será que a nossa vida nos reserva sempre tudo o que desejamos ou na verdade nos vamos manter sempre insatisfeitos?
Existem dias em que deparamos connosco mesmo tristes e angustiados, sem saber bem porque? Se quisermos ir ao cerne da questão facilmente obteremos respostas. Calamos, consentimos o que a vida nos vai dando. Mas o que é a vida? Teimosamente mais uma vez pergunto? Vida é uma coisa efémera que se vive um determinado número de anos, que se arranja alguns bens, que se goza um pouco do que o mundo nos dá? Será que não existe uma certa lógica, na mente humana haver sempre uma predisposição para errar na vida, quando se não tem noção completa do que é a vida. Houve uma altura na vida que me questionei se podemos sem risco de darmos cabo da nossa existência, nos predispor a admitir tudo o que esta sociedade materialista nos tem dito? O ser humano é apenas mais um animal que apareceu neste planeta com toda a sua teoria evolucionista? O porquê de tanta religiosidade? Religiosidade é um mal da mente humana, «encosto» como muitas mentes defendem? Não me parece. O mal da vida está em procurarmos a alegria em coisas onde é impossível encontrá-la. O mal da vida está nas suas propriedades e no sentido que se lhe atribui. O mal na vida está em viver-se obcecado com o ouro que parece reluzir ao fim de determinada corrida. O mal na vida está em não haver compreensão. O mal está em cada vez mais não haver compreensão e amor sincero, livre de amor físico e amoral. O mal está em cada vez mais se dar ênfase a coisas materiais em vez de as coisas de espírito e do nosso interior.
Indaga-se e com alguma razão:
-É com os erros que se aprende! Verdade! Mas porque não se diz então que mentes que poderiam de forma fulcral render muito neste mundo por vezes ficam sem sequer uma chance de errar. A vida tem mais sentido do que se possa pensar! Mas para se ter uma compreensão do que é a vida existe a necessidade de ligar e dar um pouco de atenção ao nosso material mas também ao nosso espírito e a nossa maneira de ver o mundo. Verdade que o mundo está cheio de vicissitudes, que nem tudo nos corre de feição, mas devemos também saber que é com paz interior e com muita confiança que se consegue alcançar a felicidade e a sabedoria verdadeira do que é a vida. Como se pode alcançar essa sabedoria? Para se ter sabedoria não existe necessidade de se viver enterrado em livros, mas sim ir aprendendo com a vida, mas de forma humilde e deveras correctas tentarmos redimirmo-nos ao máximo em todo os nossos actos. Neste momento, enquanto escrevo estas linhas pergunto-me: Serei apenas um sonhador que sonha ver um mundo melhor? Será que não houve já muitas e muitas pessoas que tentaram melhorar com um pouco de si o mundo? Muitas perguntas eu faço mas cada vez mais se vai tendo a certeza que sem sombra de dúvidas se se não tiver conhecimentos espirituais e do nosso interior, é impossível viver-se completamente feliz. Muitas dirão e até de forma talvez correcta que ninguém é feliz, que existem momentos, ai está, talvez o que chamam momentos de felicidade na verdade são os momentos contemplados por segundos de materialismo que mais uma vez se revelaram um tanto efémeros.
Se o materialismo tiver correcto resume o ser humano:
-a mais um número;
-um animal que teve a sorte devido à evolução de ter inteligência, logo pode-a usar da forma que bem entender;
-a morte é algo que derrota o ser humano, pois é a única coisa que o pode fazer parar. Existe assim a necessidade urgente de inventar um medicamento, sei lá, poção que faça o homem viver muitos e muitos anos;
-as doenças teem apenas a explicação material, tudo se resume as causas exteriores que podem causar doenças no homem, então que dizer de doenças de foro psíquico;
-não existe qualquer hipótese de oferecer explicações para casos como aparições, curas de doenças incuráveis, sonhos premonitórios. Resume-se então tudo a fenómenos psíquicos sem qualquer ligação ou a favor do ser humano;
- induz o homem a agir da forma que mais lhe convém, para alcançar seus objetivos, e seu egoísmo;
-jovens cada vez mais procuram um sentido para a vida e ao não o encontrarem enveredam por caminhos tortuosos;
-apelo ao suicídio;
-apelo ao aborto;
-apelo a que não se tenha paciência;
-apelo às guerras;
-apelo à animalidade;
No fundo viver para o nada e para o vazio….
Poderiam-se encher livros e livros sobre o que o materialismo tem feito no homem. O que por exemplo a filosofia de Karl Max fez no homem ao dizer que toda a religião é uma forma de homem se sentir auxiliado e que na verdade não existe nada, e que hoje tem prevalecido, faz com que o homem cada vez mais erre na vida. Cada vez mais se destrua a si próprio e ao semelhante. Se chegue ao ponto a que hoje chegamos, em que ao se ligar o noticiário noventa por cento das noticias tem carácter negativo. A pessoa é o que pensa ao se ver completamente dominada pelo negativismo faz com que se inicie um ciclo que vai fazendo com que o ser cada vez se degrade cada vez mais.
Por sua vez se se tiver um conhecimento cientifico, sim falo a verdade quando digo cientifico, pois qualquer pessoa quando se diz cientifica tem que o ser. O que hoje se passa é que as pessoas e muitos cientistas por vezes se resumem a dizer que aquilo e acolotro é de determinada maneira mas não procuram explicar casos de forma contudente.

Não sei que mais dizer.. .

Acordei e deparei comigo triste. Intrinsecamente perguntei-me: Que se passa comigo? Porque te sentes triste? Tens tudo o que queres de bens materiais? Tens uma familiar que te adora? Tens conhecimentos acerca da vida que te dão uma nova visão da vida? Tenho vinte anos, desde pequeno que sempre me senti tentado a descobrir o sentido da vida, e mesmo de forma teimosa indaguei, procurei, pesquisei...Desde pequeno que me interessei por assuntos que até meus pais estranhavam, o porquê de ler quando poderia estar a jogar Playstation etc...A verdade é que passei muitos anos a ver se a vida realmente tinha sentido...
Falecimento de pessoas que me eram muito queridas muito me fizeram sofrer mas acima de tudo muito me fizeram pensar. Pensar, porque está no pensar a verdadeira essência da vida. De que adianta ter toda a riqueza do mundo se simplesmente sou um joguete nas mãos do que e rodeia.
Estudei Teologia (andei num Seminário, do qual depois sai, por achar que muito do que a Igreja Católica diz é dito de forma muito pouco esclarecida e dogmática), conheci o Espiritismo e eis que tudo aquilo que me antes me questionava se demonstrou simples e explicado, mas não fiquei por ai, comecei a devorar livros de Parapsicologia e eis que com outros nomes e com outra maneira de ver prova apesar de não admitir o que o espiritismo diz. Estudei outras religiões inclusive o Budismo, Projeciologia, Psicologia, Conscienciologia, Hipnose, Astronomia e Ovniologia, etc. Procurei obter com dados concretos relatos de pessoas credíveis acerca de aparições, sonhos, pressentimentos, clarividência etc e eis que afinal tudo aquilo que estudara estava ai provado e explicado. Hoje vejo a vida de outra maneira, mas sinto-me muito desiludido com o que o Homem faz para não ver realmente as coisas com olhos de ver, continua a negar os factos que são evidentes. A sociedade continua imbuída de factos controversos, a própria sociedade e natureza esta a cair cada vez mais, pois não se consciencializa e apenas procuram as coisas palpáveis e materiais com isso vem todo o género de problemas, todo o género de tristezas...Sinto me triste por ver que apesar de tentar ajudar as pessoas, as pessoas continuam a não ver o que realmente interessa. A nível da saúde... Apesar de o sistema de saúde tentar ver o homem como um todo, ainda dá demasiada ênfase ao corpo descurando do ser espiritual. Um doente quando chega a um medico dizendo-lhe que sofre do tão falado stress, este limita-se a dar-lhe um medicamento, quando na verdade o que talvez essa pessoa precisaria era de uma boa conversa.

A nível ambiental é demais o que se esta a dar... Como é possível ter-se os conhecimentos que hoje se tem e continuar-se a errar. O que se esta a fazer na Terra mais tarde ou mais cedo vai ter as suas repercussões, não é preciso falar-se em profecias e em fim do mundo, pois o homem esta a agir como uma criança a quem lhe é dito que não vá por ai e ela ateima e segue, no homem é mais grave pois tem conhecimento que o caminho que esta a seguir é errado, mas mesmo assim segue-o...·
A sociedade hoje em dia está-se a tornar cada vez mais robotizada, sentimentos, concorrência etc. etc., as pessoas cada vez vêem a vida como sendo ganhar muito dinheiro, e ter muitos bens, nem que para isso tenha que se pisar as pessoas. Mas o problema é que essa pessoa realmente pode chegar a ter essa fortuna mas quando olha para sua vida vê que foi em vão...
Hoje em dia houvesse falar tanto nas descobertas que estão sendo feitas, quer a nível de oceanos, espaço, mas uma pergunta??? Será que o homem já se pesquisou a si mesmo para se dar ao luxo de explorar outros universos? Depois de ter acabado o estudo do seu Universo, depois realmente sim, pesquise o que o rodeia.·
Existem dados evidentes que provam o sentido da vida, o porque da vida, que não estamos sozinhos etc. etc...O homem continua a não querer ouvir...Não percebo...Como se pode passar tantas vezes uma publicidade de um perfume ou outro na televisão e não existe um único reclame de 10 segundos que diga o que é a vida. Muitos diram muitas pessoas não querem ouvir...não querem saber...não é bem assim.. Vejo por exemplo pela igreja cat que apesar de explicar aos seus fieis não de forma explícita as coisas teem muitos crentes..São crentes apesar de não lhe apresentarem provas..Agora vejam como a fé e a maneira das pessoas mudaria se se lhe dissesse as provas e sua explicação. O homem hoje já esta evoluído o suficiente para compreender tudo aquilo que se passa na aterram para saber o sentido da vida!!Então porque não vê: Porque tal como a muitos anos atrás, continua a ser teimoso, interesseiro, cego..Que ganha com isso: muitas vidas tristes, muitos sofrimentos provocados pelos próprios etc. etc...

É muito bonito ter-se conhecimento de determinado assunto mas de que vale se não se vê que isso é útil ao outro...·
É necessário fazer uma revolução....
REVOLUÇÂO...
Como??É essa a pergunta??
Será que o estarmos estáticos em casa a opinar sobre determinado assunto nos leva a algum lado..
Será que não existe mais formas de ajudar as pessoas e de as modificar?
Será que as pessoas teem toda a culpa da vida que teem?Quando existem, governos, religiões que tem grande responsabilidade..

A VIDA È ETERNA

QUEM DUVIDA? PESQUISE??
QUEM VE...AJUDE
DEPOIS DE VER...NAO SE DE POR ESTATICO...
REVOLUÇÂO...
COMO?
TODA A REVOLUÇÂO TEM UM PORQUE?
VER QUE ALGO NÂO ESTÀ BEM
VER QUE ALGO ESTA A PREJUDICAR TODA A VIDA
VER QUE É LOGICO O QUE SE ESTA A DEFENDER·

Não sei que mais dizer...sinto-me triste por ver tantas pessoas a descurarem da vida e de seu sentido...Não verem a beleza que esta tem..O que significa...sinto-me triste porque gostaria que todas as pessoas fossem felizes... não é uma utopia aquilo que gostaria que começasse a haver mundo...pena as pessoas não ouvirem o seu interior...

Tudo de bom... Oiçam o vosso coração sempre...


Poemas a quem digo «Não sei que mais dizer»


I - Sonhador

Porque te preocupas tu
Oh sonhador de vidas
Não vês o que te rodeia
Sofres o que não vês

Sonhar é bom
Quando sentimentos te induzem
Te fazem ver o que é escuro

Vive! Vive! Lutador!
Toco e não me sinto


II - Olhar

Olha para o segundo
Não te esqueças de olhar
Segundos que passam
Que não pensas nem queres pensar

Que procuras tu?
Errante viajante..
Felicidade está ai...
Na simplicidade do amar..


III- Amor belo

Quão belo é o amor
Tanto tem para nos dar
Não temas o amor
Pois se verdadeiro
Nunca vai acabar
O tempo passa
O mundo passa
Mas eis o amor
Imutável que todos faz jubilar


IV -Porque

Quando algo se apagou
Vida essa tudo maltratou
És Sol...És luz...Ès raio...
Magou-te, faço-te sofrer...
Sou apenas parvo...
Parvo mas que sabe amar
Desculpa mas errei
Sinto-me mal..
Perdoa-me...
Sem ti não sou ninguém...
Pouco me resta...
Tristemente tudo se desvanece
Porque não sei...
Só sei....
Que errei...


V - DEUS

Viajei por viagens inauditas
Percorri caminhos solarengos
Sonhei com o inimaginável
Tornei-me questionável
Deus onde estás tu?
Silêncio prematuro
Teimava ser surdo
Eis um dia que me esperava
Cada segundo me consolava
O chilrear do pássaro
O vento sussurrante
A vida populante...
Ordem, sabedoria, harmonia
Como não poderia ver eu?
Que tudo existe com razão...
Quanta ignorância possuo eu
Para dizer que esta força não existe
Muito menos onde está??
Basta o acordar e despertar
Logo se vê sua fortaleza e grandeza
Julga o homem sabedor
Que tudo desmistifica...
Que tudo controla...

Peça-se-lhe que faça vida.
Eis que catedrático responde:
"Manipulo os genes.."

Onde está sua força para criar vida

Pois...

Escuto o coração
Este melodioso me diz
em terna canção:

"DEUS EXISTE ESTÀ EM TUDO
INCLUSIVÈ NA EMOÇÂO
QUE BROTA DE TEU CORAÇÂO..."


VI

Olho a vida!!
Que vejo...
Beleza incandescente...
Luz ofuscante de amor eterno
Problemas efémeros e repetiveis
Falsidade no invocar da vida!
Em cada pedra desta terra
Um sorriso de amor...
Um véu de ternura...
Saber que sonhar
E cantar...

Vida bela quero-te ver..
no murmúrio da humanidade
No desenvolver
No cair da vida...


VII

Vive a vida!
Cara/0 amiga/o...
Sorri quando te apetecer chorar
Sorri a duplicar quando te apetece cantar...
Quantas lágrimas.
Quanta tristeza.
Quanta teoria de guerra.
Nada é...
Não vês o amor que ai está no cantar.
Labutar sem rumo


VIII - Queria ouvir

Queria ouvir meu coração cantar
Júbilos de alegria!
Que em cada segundo soubesse amar...
Com sabedoria...
Sonhar amando
Escutando a brisa suave
do vento ameno...
Vento de terra que chora
Por ver gente que a devora
Riqueza efémera buscam
Sem trégua...
Não vêem a beleza ofuscante
Apenas material derrapante
Resumem a vida...
A uma felicidade material...
Que nada trás....

Festejam o nada
Em vez de festejarem o tudo...

Sonham o que não teem
Não se alegram com o que teem

Querem evolução
Mas esquecem-se das notas da sua canção...

Riem do outro
Esquecem que estão vendo um espelho

Quantos homens alertam o irmão
Respondem estes
Que vivem na ilusão
Sem razão esquecem o porquê de tanta confusão:
Procuram gozo material que parece não ter igual

Queria ouvir meu coração cantar
Júbilos de alegria!
Por ver o homem consciente amar....


IX - Ouvir

Oiço o vento cantarolar
O bailoçar no ar
O sorrir chorando
Sofrer com quê
Sofrer para quê
Viver o segundo
Viver sem soluço

Quem és tu? Mais te pergunto?
Menos respondes
Menos entendes
Menos queres perceber

Assim sou eu....

Amo o que vivo


X - Além

Céu azul luminoso
Sol brilhante e radioso
Ar que respiro
Luz pela qual suspiro
Viver como é bom!
Cantar em bom tom!
Amar o todo!


XI - Trabalhador

Trabalhar em cada dia
Labutar sem desdita
Suores intrinsecos
Gemidos não ouvidos
Olhar com humildade
Que nos olhos de quem não vê
O labor e sofrimento
De coisas que se tem e não se da valor
Como pão de cada dia
Valor ao trabalho
Engraciar seu sentido
Não desvalorizar este
Qualquer que seja seu benedito
Como se mede a profissão?
Com orgulho sem conviccção
È igual o varredor como o corretor
É igual o mineiro como o médico
Toda a profissão é merentória
Todo o trbalho é compensatório
Olhai o trabalho!
Não como quimera desgraçada
Mas como algo que aperfeiçoa
Torna uma pessoa abençoada...


XII - Palavra animadora

Se souberes ouvir que te diz o coração
Se escutares a brisa do vento
Arrepentimentos desmetidos
Desventuranças inaldecidas
Em acrobacias de vida
O som luzidio no viver
Sonoridade de amor
Eternidade infinita
Existência sem inicio
Ilusão com razão


XIII - AMOR

Amor é olhar
Amor é sentir
Amor é escutar
Amor é tocar
Amor é sonhar
Amor é tudo

Amor é um toque de Deus
Amor é o todo

Queres saber quão belo e grandioso é amor
Segue então este raciocinio...
Imagine o que existe depois do Planeta Plutão
Depois...Depois...Depois...Depois
Pois espero que te apercebas da imansidão do amor..


XIV

Gravidez é uma dávida de amor
Coração de mãe repleto de esplendor
Sol resplandescente de ternura e afecto
É um sofrer e sorrir a dois
Filho chora, mãe chora...
Mãe ri, filho ri...
Mãe e Filho é um quadro
De ternas cores, amenas e suaves
Cores que reflectem amor
Em cada gesto cuidado da mãe
Está o seu pequeno, grande universo:
seu filho...

Amor nada esquece
Amor a tudo leva

Mãe

AMOR


XV

Pedi à vida por um amor
Parecia não me responder
Desesperei e até chorei
Não sabia que mais fazer
Eis que sem saber…
Amor me apareceu…
Mesmo assim não sabia que fazer
Até que um dia seus labios beijei


XVI - Sol

Sol brilhante...
De fundo cintilante...
Buscas a paz em segundo passante
O amor indagas tu..
Eterno pensante do pensar

Quantos raios te rodeiam
Tanto te patenteia...
Por vezes incrédulo não vês...
Que vida tem sua vez


XVII - Ao Homem...

Pobre do Homem
Que labuta sem sentido
Sente-se perdido
Neste seu destino

Quanta aflição sofre
Magoas por consolar
Encontra-se fechado num cofre
Que não o deixa falar

Ai Jesus!!! Lhe surge...
Em suas palavras sofredoras
Vida que vive e passa
Mais segundo menos segundo.
É igual...
Sua vida parece uma trapaça...·
Esguio no olhar
Triste no sentir
Não sabe que procurar
Só lhe apetece desistir

Porque sofre o homem
Porquê o sofrimento
Parece encantamento
Que se move no firmamento

Homem sorridente
Se vê em todo lado
Mas será verdade
Que se encontra feliz realmente?

Afinal que é o homem?
Que faz este na vida?
Vive por viver?

Tempo passa...

Homem evolui...

Homem espiritualizado
Interiormente actualizado
Sua vida tem sentido
Sente-se concretizado

Ama a vida que o rodeia
Todo o homem é um só
Não se deixa cair na dor
Felicidade o patenteia

Tem como máximo o amor
Solidariedade e humildade
Vive cada segundo com esplendor
Sente forte a unidade

Homem olha bem
Nunca com desdém...
Escuta o recado
Que teu coração tem:

AMO!


XVIII - Quero dizer

Brado aos mares e terras
A todos quero dizer
Não vivam na ilusão
De não querer ver

Homem é um Universo
Belo, eterno como um verso

Escuta o silêncio ensinador
Que na paz interior
Se torna consolador

Muito se generaliza amor
Se menospreza seu condor
Tempo que passa
E não se vê seu esplendor

Chega de teoria...
Mais parece uma lenda
Cheia de fantasia...
AGARRA A VIDA...
Com frazia..
Faz musculação eu teu coração
Não olhes para o exterior
Grandeza esta em ti
Em toda a sua extensão

AMA,AMA,AMA
Com todas as tuas forças...

Pensamentos maus
Nada podem contra o bem...

AMA, AMA,AMA


XIX - Insensibilidade

Insensibilidade absurda
Porquê meu irmão?
Egoísmo encrosta
Todo seu coração...

Só se vive uma vez
Muitos dizem com solidez
Vou lutar contra tudo
Para ser rico de vez

Homem diz...

Não acredito em nada
Provas nada são
Não me chateis irmão
Com coisas sem razão

Muito religioso eu sou
Bíblia sei de cor
Sou muito sabedor
Garantido tenho meu condor

Que vale a palavra
Se apenas serve de farsa
Com adornos se desgraça
Reluzente sem sentido

Tudo isto é errado...
Que se pode fazer?

Que ainda se pode fazer?
Coragem lutadora

Firmeza esmagadora..
Para que grandeza eterna

Não caía no esquecimento..


XX - Pobre

Pobre homem que mendigas
Frio chão te fustiga
Há muito te deixaste de cantigas
Vives por viver o dia...

Não te deixes esmorecer
Neste tempo que passa
Melhores dias virão
Tudo se vai esclarecer

Que a graça de Deus te habite
Sua misericórdia e amor...


XXI - Rico

Rico é o homem
Que tem seu abrigo
No seu espírito
Engrandecido..

Rico é o homem
Que ama o inimigo
Trata o assassino
Lhe dá seu abrigo..

Rico é o homem
Que não vê seu umbigo
Não precisa de espelho
Que não tem o EGO...
maldito...

Rico é o homem
Que ama a terra
E sempre se contenta
Com o que tem...

Rico é o homem
Que ama...


XXII - Politico

Bem vestido, bem composto
Estatuto e muito luxo
Palavras cuidadas e caras
Discurso infamante...
E mentiroso

Caíste no erro grosseiro
De um dever não cumprir
Apenas ligas aos direitos

E teu dinheiro conferir..
Na boca do povo empobrecido
Calúnias e desespero habita
Ris com sorriso ironizado

Não me chateies!!Estou bem parabolizado!!
Tanto podias fazer
Pelo povo teu eleitor
Fechas teu coração...
Lutas por ti...
Por tua ambição...

Pensas mal...
Ages mal..
Riquezas estão em fazer..
Teu povo sorrir...


XXIII - Suavidade da Vida

A suavidade da vida
O brilhar do coração
Está no amor
Que se sente com e sem dor
Paz que brota da simplicidade


XXIV - Criança

Criança como é bela
Amor cintilante...
Que a seus pais alegra

Simplicidade e sabedoria
Em seu pequeno coração
Sabe que cada segundo
É uma atracção

É necessário criança ser
Para Deus conhecer
È necessário criança ser
Para saber questionar
Como criança receber
Ensinamentos que em verdade
Quer aprender...

A criança é uma escada
De um céu azulado..

Céu da vida...
Céu da felicidade...


XXX - Jovem

Jovem amigo!
Não te critiques!
Pela tua frustração...
Tua ambição...

Não oiças que te diz a sociedade
Com seu maldito materialismo..

Tua juventude não percas..
Por aquilo que te dizem...

Torna-te critico..
E um amigo do livro..

Não um livro da sociedade
Mas aquele que te dá abrigo..

Felicidade e alegria...
Mais uma etapa...
Nunca desesperes se algum dia caíres..
Levanta-te e luta...
Pois esta em ti...
Uma semente a nascer...

Toma o AMOR como poster do teu quarto

Toma a HUMILDADE como som de tua guitarra. Teu rock..

Toma SINCERIDADE como desporto de tua vida..

Toma CORAGEM como teu filme preferido...

Sê sempre jovem...


XXXI - Ódio

Não te torno a escrever
Ó palavra enfadonha
Nada me trazes
A não ser sofrer...

Porque habitas tu?
O coração do homem..
Ó!Quanta angústia
Por ainda te saber escrever...

Vai embora...
De todos os corações..
Ao homem não vais vencer...
Escrevo e escrevam muito:
AMOR AMOR AMOR etc. ETA....
Até que a palavra que não torno a escrever
se vá esvanecer...

AMOR AMOR AMOR


XXXII - Olhar ao espelho

Tanto se olha ao espelho
Tantos pormenores se procuram
Tanta vaidade nos corações
Fazem suas ilusões

Maior parte do homem
Não gosta de si...

Anos de auto-deploração
Sofrimento em continuação
Por um ideal de beleza
Sem expressão...

Passa o tempo a olhar o espelho

É hora de parar e ver-se
É único
Tem seu condão
De lutar pela vida alegre
Sem ilusão

Feiura ou não
Beleza ou não
O que interessa é o coração...


XXXIII - Preocupação

Canção

Porque te preocupas tu
Oh sonhador de vidas
Não vês o que te rodeia
Sofres o que não vês

Sonhar é bom
Quando sentimentos te induzem
Fazem te ver o que é escuro

Vive!Vive! Lutador! BIS
Vive!Vive! Sonhador!

Olho e não vejo!
Toco e não sinto

Quero amar

_________

RUICosta


NOTA:
Por: Rui Costa

Afinação Normal
Guitarra com Distortion

Repetir varias vezes

E-|--------------------------------
B-|--------------------------------
G-|--------------------------------
D-|-9-9--4-4--5-5--7-7--9-9----
A-|-9-9--4-4--5-5--7-7--9-9----
E-|-7-7--2-2--3-3--5-5--7-7----

E-|--------------------------------
B-|--------------------------------
G-|--6-6--------------------------
D-|--6-6-6-6-7-7--9-9--7-7--6~
A-|--4-4-6-6-7-7--9-9--7-7--6~
E-|-------4-4-5-5--7-7--5-5--4~


XXXIV - Flor

Flor clara e concisa
Charme claro e cingelo
Beleza precisa
Gota radiante de vida

Petalas radiosas
Coloridas de bom pincel
Cuidadosamente esculpidas

________________

RUICosta

NOTA: A Natureza esta cada vez mais sendo destruida sem que as pessoas se dêem conta do quão se esta a errar. Sofro por ver quantas e quantas árvores são abatidas sem haver necessidade disso. A natureza mais tarde ou mais cedo reagirá e não é necessário ser se muito racional para se aperceber disso. Amigo olhe a natureza com amor e respeite-a...


XXXV - Céu

Céu azul luminoso
Sol brilhante e radioso
Ar que respiro
Luz pela qual suspiro
Viver como é bom!
Cantar em bom tom!
Amar o todo!


XXXVI - Não à pena de morte!

Porque o dente por dente?
Por o olho por olho?
Porque a morte?
Porque o matar?

Matas...Morrerás então...
Será que ainda não há compreensão...
De tão errada pretensão...
Nunca mas nunca se deve matar um irmão

Que justiça é está
Se ainda primitiva é...

Esta na altura de mudar
Deixar de julgar
O irmão com morte...
Vingança nada trás...
Remorso e angustia...

Melhor seria demonstrar
Ao irmão que sim errou
O amor que talvez nunca teve
Que talvez nunca singrou...

Não é com raiva que se consegue
Mudar o coração de alguém...
Não é com morte que se faz justiça

Mas com o coração...


XXXVII - Guerra

Vejo a morte...
Cheiro a desgraça..
Toco a raiva...
Sinto trapaça...

Guerra nada trazes
Nessa tua sacola maldita
Destróis o homem...
Toda sua grandeza..

Quantas mais guerras?
Quantas mais justificativas?
Para guerra haver
Dor e sofrimento continuar...

Oh como é triste!
Como faz chorar
Ver que se insiste
Em batalhar...

Guerra deveria ser de amor...
Essa sim alcançaria eternos objectivos...

_______________
RUICosta

NOTA: É triste a guerra e tudo o que trás. Como ainda o homem continua a batalhar-se?É triste...Por detrás de uma arma esta um homem que dispara uma bala e que mata um irmão...Como é triste. Que se pode fazer...Não sei...Mas custa muito ver o homem destruir-se a si mesmo, somos todos um...

Abraços...Tou bastante triste...Sinto-me deslocado deste mundo, pareço não ser daqui, como é possível...A raiva, medo, etc etc. Se pudesse mudar o mundo mudaria, e com a guerra acabaria para sempre...


XXXVIII - Pela Janela

Pela minha janela
Vejo o bater da chuva
Calmante e melodiosa
Simples e calorosa
Escuto o ripostar do vento
Errante sem tento
Fustigante do alento
Pergunto-me a mim mesmo
Quão sabedora é a sabedoria
Que em cada pequena coisa
Se vê sua graça divina....

Como é bela a vida!
Como é belo o todo!


40 - Nossa Senhora

Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora da Vida
Ajuda-me a amar
Nesta terna melodia

Muita fé em ti tenho
Muita esperança em ti deposito
Dai me forças vivas
Para que saiba sempre
A verdade interior ao coração

Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora da Vida
Ajuda-me a amar
Nesta terna melodia

Portugal contigo tem contado
Desde inicio do condado
Muitos avisos amigos
Gerações assim teem relatado

Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora da Vida
Ajuda-me a amar
Nesta terna melodia

Aos três pastorinhos aparecestes
Mais tarde todos convencestes
Milagres do Sol...
Mais fenómenos sem igual..

Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora da Vida
Ajuda-me a amar
Nesta terna melodia


41 - Trabalhador

Trabalhar em cada dia
Labutar sem desdita
Suores intrínsecos
Gemidos não ouvidos
Olhar com humildade
Que nos olhos de quem não vê
O labor e sofrimento
De coisas que se tem e não se da valor
Como pão de cada dia
Valor ao trabalho
Engraciar seu sentido
Não desvalorizar este
Qualquer que seja seu benedito
Como se mede a profissão?
Com orgulho sem convicção
È igual o varredor como o corretor
É igual o mineiro como o médico
Toda a profissão é merentória
Todo o trabalho é compensatório
Olhai o trabalho!
Não como quimera desgraçada
Mas como algo que aperfeiçoa
Torna uma pessoa abençoada...


42 - Acordes para versos

D5 C#5 A5 G5

C5 B5 G5 F5

f#5 vezes 5 A5->G5

Tenho saudades
Tenho saudades de ti

Porque partiste
Porque partiste de mim

A vida só é um dia
Tento agarra-la mas foge
Tento compreende-la
mas torna-se incompreensível

Tenho saudades...
Tenho saudades de ti

Porque partiste ..
Porque partiste de mim

Estas aqui
Agora te vejo
Estas aqui
Estas no meu coração...


43

Tempo que passa assim
Vidas sucessivas sem fim
Quero mais que tudo
Viver cada segundo
Amar o todo
Amar sem engodo…
Quantas brisas se sucedem?
Quantos pensares mudam?
Pensamentos de homem que vê
Pensamentos de homem que fica
Problemas no caminhar
Ignorância no descobrir
Sorrir e chorar...
Alegrar-se e entristecer-se
Pergunto a bem perguntar
Tudo o que me questiona a mente
Sociedade que mente…
Iludida no material
Sonhadora imperial

Entristeço-me com a vida
Com o sofrimento do outro


44

Quanta avareza
De tempo passante
Sem destreza
Purgante
Olha para ti
Não olhes para os outros
Corrige-te!


45

Sentimento te escuto
Amor meu escudo
Vida uma poesia
Flor uma frazia

Oh bela vida
Ao teu lado soa cantiga
Quero sorrir ao teu sorriso
Chorar ao teu choro
Vejo o segundo
Vejo um fundo
Vejo amor


46 - Casamento

Casamento num sorriso
Amor numa suave brisa
Sinceridade na vida
Coração sem partida

Olha o coração!
Escuta com atenção!
Não vês que o todo!
Na verdade é ilusão

Casamento diz o pensador
Na boca do povo trovador
-Quero casar! Vestir de branco!
Como se só assim
De branco se vestisse a vida
Tanto se menospreza a vida
Tanto se fala em vão

Escutar o coração...


47 - Segundos...

1,2,3,4,5,6
Porque contas tu?
Os segundos da vida
7,8,9,10,11
Não vês que o tempo
12,13,14,15,16
É mera ilusão..
17,18,19,20
Que meche com tua realidade
21,22,23,24
mas que não existe
25,26,27,28,29,30

Em 30 segundos te disse
Que o tempo é ilusão
Não deixes que o tempo passe
Sem ouvires com atenção:

"AMA"


48 - Pintar

Quem me dera
Poder pintar...
O mundo de alegria..
De felicidade...
Muita tinta necessitaria
Mas mesmo assim o faria
Assinaria bem no fundo
De cada coração do homem
"AMO TUDO"


49 - Morte

Sofrimento retardado
Nó na garganta no chorar
Vens com certeza
Causas muita tristeza

Que se pode compreender
No sofrimento e na dor
Sol que deixa de brilhar
Raios que deixam de encantar

Se morte fosse o fim
Porque tudo seria assim..
Porque o sofrimento?
Porque este encantamento?

Saudades da vida
De pessoa que partiu..
Amor viajante
Sempre errante

Corpo é finito
Espiríto infinito
Se vida fosse corpo
Não existiria espírito..

Morte não passas de ilusão...


50 - Suicídio

Nada mais quero desta vida
Sofrimento debitado...
Olhos vermelhos de chorar..
Cabeça dorida de pensar...

Que me dás tu ó vida?
Para além de ilusória alegria...
Não te entendo...

Muito pensamentos assim se tem...
Muito pouco se alerta o pensador
Que quem pensa assim é sonhador
Que na verdade a vida é amor
Que por hoje ser sofredor
Amanha rirá de esplendor..

NÂO AO SUICIDIO...

A vida é eterna e continua...

Não julgues a vida...
Só pelo segundo triste que tens
Pois se a vida te julgasse
Por cada momento que te deu de alegria...
Facilmente te calaria...
Mesmo assim poderás não escutar!!
Mesmo assim poderás querer facilitar!
Então te digo antes de tal fazeres
Escuta o que a vida te tem a dizer...
Não deixes que o arrependimento te tome
Errar é humano..Quem não erra!
Sofrer o um condão para abrir o céu...

Devora toda a sabedoria dos livros
Todas as experiências que o homem passou...
Tudo aquilo que já passaste e ultrapassaste...
Escuta a verdade do teu coração...
NUNCA MAS NUNCA cometas
Tal maldita intenção...

A vida é bela...
Preserva a vida sempre....
Espero ter tocado teu coração....
Senão coloca tua mão no coração
Agora diz: "Sou único e eterno! A vida não é finita! Vou lutar e vencer!

______________

RUICosta

NOTA: Este poema é dedicado a todos os irmãos que cometeram suicídio e peço do fundo do coração que nunca cometais tal coisa...Estamos numa sociedade que de um ponto de vista o impele. Mas nunca vos deixeis cair no que a sociedade erroneamente vos diz...


51 - Nunca duvides

Nunca duvides do segundo que virá
A verdade eterna que singrará
Nunca duvides do amor...
Quão grandioso esplendor
Acredita sempre no pensamento
do bem-nascido da verdade
E aconselhado com sentimento
Não agarres o material...
Agarra aquilo que é imperial
em tua vida...
Tua vida espiritual...
___________

RUICosta

Velhice

Velhice é um tributo à vida
Sabedoria madura e enaltecida
Fase de pacificação da alma
Louco a pouco quase de partida...
Olhares te olham
Com descrédito e temor
Esquecem-se assim
Que mais uma fase és...
Que tudo tem razão de ser...


Conclusão:

Muitas palavras se podem dizer... Muita coisa se pode contarolar. A palavra é uma força que sem se dar por isso o homem usa em vão, sem saber todas as consequências de que seu mau uso pode trazer. A palavra trás em si um significado e uma emoção inerente. Espero que neste poucas mas significativas palavras vos tenha marcado vosso coração... Que a sociedade cada vez mais materialista em que nos inserimos não nos faça cair em seus enganos embelezados com falsas promessas de uma utópica felicidade. Quanta mas quanta felicidade existe em se saber que somos eternos e que acima de tudo somos uma alma num corpo e não um corpo com uma alma. A vida não se reduz a um limitadíssimo corpo humano que anda, sente, ouve, vê, pensa, fala, age e reage, vive e morre, tornando-se pó. Ele é apenas efeito de uma causa, que continua depois da morte, a alma. Não o digo eu... Escutem que vos diz vosso coração...Sim, façam silêncio em vós...Escutem a verdade. Ninguém vos pregue uma verdade,,. sem que verdadeiramente a deixeis passar pelo crivo de vosso coração. Toda a verdade está em vosso interior. Hoje o homem pensa por ter muito saber que é o dono de tudo, mas muito pouco sabe de sua verdadeira natureza. Julga que saber em grande quantidade é sinónimo de sabedoria... Quão se engana?
Amigo(a) desejo-lhe tudo de bom... Continue na senda de sua vida, mas nunca se esqueça que o bem é sempre o bem... Nunca se deixe guiar por objectivos puramente materialistas que não levam a lado nenhum... Ame... Ame tudo o que o rodeia... Sinta a paz brotar em seu coração....

De um amigo: Rui Costa Hoctor
«Quero viver cada segundo que vivo eternamente...»


PASSEM ESTE DOCUMENTO AO MÁXIMO DE PESSOAS QUE PUDEREM... QUE A PAZ REINE EM VOSSO CORAÇÂO. O HOMEM È AQUILO QUE PENSA. O VERBO TEM MAIS FORÇA QUE TODAS AS BOMBAS NUCLEARES. A LEI DA CAUSA EFEITO È UMA REALIDADE.


Agradecimentos:

Agradeço a vida o poder escrever e colocar em formato livro alguns dos meus poemas. Agradeço também aqueles que de forma directa ou indirecta contribuíram para a realização deste. O meu muito obrigado a rcardigos.

Este livro tem o apoio do site:

http://projeccoesesonhos.tripod.com

POR:

Rui P. Costa

iurcostaforce@hotmail.com